Como substtuir o feijão na alimentação

Publicado em 01/07/2016 às 09h51

GOVERNO AUTORIZA IMPORTAÇÃO DE FEIJÃO PARA REDUZIR O PREÇO

O Palácio do Planalto anunciou que o governo vai liberar a importação de feijão de alguns países, com o objetivo de reduzir o preço do produto nos supermercados. A medida valerá para o feijão com origem na Argentina, no Paraguai e na Bolívia.

De acordo com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, está em estudo a possibilidade de importar o produto também do México e da China, segundo informações divulgadas pelo Portal do Planalto.

De acordo com o Instituto Brasileiro do Feijão, o aumento se deve à seca em grande parte dos estados que produzem o grão.

Com isso, houve queda na oferta e, com o aumento da demanda, os preços acabaram subindo. O preço do feijão-carioca chegou a R$ 10 em supermercados de vários estados brasileiros.

Maggi disse ainda que pretende propor às grandes redes de supermercado que busquem comprar o produto nas regiões onde a oferta é maior.Feijão

Substituindo o feijão na alimentação sem perder a qualidade nutricional

Assista ao vídeo e aprenda as dicas com a nutricionista Dra. Talitta Maciel

Assista aqui

Dra. Talitta, Nutricionista especialista em, Nutrição Esportiva, Nutrição Funcional, Bioimpedância, Comida Congelada Light, Food Detective, Coach.

 

Categoria: Culinária, Dica do Dia, Saúde
Tags: Dicas, nutrição

voltar para Notícias

show normalcase tsN left fwR|show tsN left fwR|left fwR show|||image-wrap|news login c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB c10|c10 fwB|news login normalcase uppercase fwB c10|tsN normalcase uppercase c10 fwB|normalcase uppercase c10|content-inner||